Elaine Cruz

Elaine Cruz é psicóloga clínica e escolar, com especialização em Terapia Familiar, Dificuldades de Aprendizagem e Psicomotricidade. É mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense, professora universitária e possui vários trabalhos publicados e apresentados em congressos no Brasil e no exterior. Atua como terapeuta há mais de trinta anos e é conferencista internacional. É mestre em Teologia pelo Bethel Bible College (EUA) e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Como escritora recebeu o 'Prêmio ABEC de Melhor Autora Nacional' e é autora dos livros “Sócios, Amigos e Amados”, “Amor e Disciplina para criar filhos felizes” e o mais recente, "Equilíbrio Emocional", todos títulos da CPAD.

Outubro Rosa

Outubro Rosa é um movimento que teve início no ano de 1990 em um evento chamado "Corrida pela cura" que aconteceu em Nova Iorque, para arrecadar fundos para pesquisas realizadas pela instituição Susan G. Komen Breast Cancer Foundation. Desde então, todos os anos, no mês de outubro, uma campanha mundial é realizada com a intenção de chamar a atenção da sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama.

De forma sistemática, e bem fundamentada nos relatos e pesquisas médicas, a mobilização visa também à disseminação de dados preventivos sobre o câncer de mama. Ressalta a importância de olhar com atenção para a saúde da mulher, encorajando mulheres a realizarem seus exames preventivos de rotina, especialmente a mamografia, que identifica mais de 95% dos casos de câncer em estágio inicial, quando há possibilidade de cura.

Como nos estágios iniciais a doença é assintomática, quando a mulher não sente dores ou percebe as alterações metabólicas, a mamografia é imprescindível, sendo o principal método para o rastreamento da doença. Infelizmente, a grande maioria das mulheres não realiza os exames preventivos e não busca a mamografia, e são muitas as que acabam desenvolvendo o câncer de mama – um tumor maligno que ataca o tecido mamário, provocando alteração de trechos das moléculas de DNA, e causando uma multiplicação das células anormais que geram o cisto ou tumor.

O câncer pode evoluir de diferentes formas, e há vários tipos de câncer de mama: alguns tipos têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem mais lentamente. E embora o câncer de mama também acometa homens, (cerca de 1% do total de casos da doença), é muito mais comum na mulher, especialmente quando há outros casos na família. O tratamento pode incluir  radioterapia, quimioterapia, hormonioterapia, terapia biológica e cirurgia. A cirurgia pode ser conservadora (retirada apenas do tumor) ou ser uma mastectomia (retirada da mama) parcial ou total, seguida ou não de reconstrução mamária.

Todas nós conhecemos mulheres, jovens ou de meia idade, em nosso meio familiar, na igreja e no círculo social em que estamos inseridas, que já tiveram câncer da mama. Algumas conseguiram fazer o diagnóstico ainda no início, mas muitas são as que tiveram que passar ou quimioterapias, perdendo cabelo e imunidade bioquímica, ou que tiveram que retirar grande parte ou a totalidade de seus seios. Nestes casos, mais do que a beleza ou estética corporal, lidar com a retirada dos seios é algo que mexe com a imagem e sexualidade feminina.

Muitas são as que se escondem de seus cônjuges, que passam a ter vergonha de seus corpos, que se acham menos femininas ou belas quando retiram os seios. Outras comprometem a vida sexual em seu casamento, especialmente quando seus maridos não sabem lidar com o novo visual de suas mulheres, honrando-as e elogiando-as pelo que são, e não pela nova aparência que possuem. E, infelizmente, ainda há um número bem grande de mulheres que não falam a palavra câncer, interpretando esta doença como uma semente maligna, como se o câncer fosse consequência de pecados ou maldições espirituais. O câncer é uma doença séria sim, que precisa ser tratada com valentia e destreza, mas câncer não é resultado de ausência de Deus ou de uma vida pecaminosa. Pessoas evangélicas podem ter câncer, mas sempre terão o Deus que cura todas as doenças!

Minha palavra pra você, neste mês de outubro, e em todos os outros meses da sua vida é Cuide-se! Faça o auto exame regularmente quando tomar seu banho ou se deitar, passando os dedos sobre seus seios para perceber se há algo estranho, pois a maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres no auto exame. Manter o peso corporal, praticar atividade física, se alimentar de forma saudável, evitar estresse e fazer consultas anuais ao ginecologista também são formas de prevenção do câncer de mama.

E lembre-se que, ao ser diagnosticada, trate-se o mais rápido que puder. Não se preocupe com a queda de cabelo, com o que os outros vão falar do seu novo visual, ou dos prognósticos médicos. Deus tem a soma dos nossos dias, Ele quer nos dar saúde e qualidade de vida, e será sempre o Médico dos médicos. Portanto, faça a sua parte, não tenha medo de uma doença que pode ser tratada por médicos e curada por Deus, e não deixe sua fé e sua auto estima se abater.Levante-se, sorria, encare os tratamentos, e viva plenamente sua profissão e seu casamento, mantendo sua sexualidade e sua resiliência em alta!

elaine

 Elaine Cruz 

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

Novembro Azul

Escrito por Elaine Cruz
Novembro Azul

No mês de Outubro conversamos sobre a campanha Outubro Rosa, para conscientizar as mulhere...

A arte de conviver com pessoas

Escrito por Elaine Cruz
A arte de conviver com pessoas

Conviver é o mesmo que coexistir, possuir convivência, partilhando afetos, fatos e vivênci...

O crescimento da Nomofobia

Escrito por Elaine Cruz
O crescimento da Nomofobia

O medo é uma emoção inata e natural ao ser humano, entendida como um instinto primário par...

A opção de amadurecer

Escrito por Elaine Cruz
A opção de amadurecer

Quando pensamos sobre o desenvolvimento humano, percebemos que Deus trabalha com uma preci...

A Primavera

Escrito por Elaine Cruz
A Primavera

Eu e meu marido caminhamos todos os dias. Na verdade ele é super disciplinado e corre diar...

Pequenas Esperanças

Escrito por CPAD Web
Pequenas Esperanças

Aprendi a história da arca de Noé ainda na minha primeira infância. Desde pequena imagino...

Lembranças da infância

Escrito por Elaine Cruz
Lembranças da infância

O dia das crianças, comemorado no dia 12 de Outubro, sempre foi controverso pra mim. Como...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2020 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.