Elaine Cruz

Elaine Cruz é psicóloga clínica e escolar, com especialização em Terapia Familiar, Dificuldades de Aprendizagem e Psicomotricidade. É mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense, professora universitária e possui vários trabalhos publicados e apresentados em congressos no Brasil e no exterior. Atua como terapeuta há mais de trinta anos e é conferencista internacional. É mestre em Teologia pelo Bethel Bible College (EUA) e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Como escritora recebeu o 'Prêmio ABEC de Melhor Autora Nacional' e é autora dos livros “Sócios, Amigos e Amados”, “Amor e Disciplina para criar filhos felizes” e o mais recente, "Equilíbrio Emocional", todos títulos da CPAD.

A Primavera

Eu e meu marido caminhamos todos os dias. Na verdade ele é super disciplinado e corre diariamente, e ainda me acompanha (quase me puxa…) em nossas caminhadas.

Como moramos em uma área muito verde, e sempre acompanhamos o ciclo da natureza quanto às estações do ano. Observamos a luminosidade do verão, que deixa o verde da árvores brilhantes, e gostamos do final da tarde no outono, com os reflexos amarelados do sol quando ele se despede do nosso lado do planeta.

No inverno acompanhamos as folhas caindo, formando um grande tapete colorido, com folhas de diferentes tonalidades e formatos. Como Deus é lindo em sua multiforme criatividade e sabedoria!

Mas quando chega a primavera, com suas flores e cores, me emociono com os tons encontrados nos detalhes de cada flor ou folhagem. Há flores pequenas, que brotam multicoloridas, e que emocionam nossos dias. E o que não dizer dos aromas deliciosos, que perfumam nossos caminhos e perfumam nossas casas!

A primavera é a estação das flores. É quando os jardins se embelezam, os aromas nos inebriam e as cores se avolumam. É a estação para os olhos, pois é a mais bela e vibrante, colorida e multiforme.

O interessante é que as flores antecipam os frutos. Quanto mais uma árvore está florida, mais prósperos serão os seus frutos. A flor anuncia o fruto, prenuncia o momento em que de fato vamos colher o que plantamos. E é pôs isto que, quanto mais observamos e nos alegramos com a beleza das flores, mais grátis e esperançosos ficaremos pelos frutos que virão.

Precisamos colher os frutos do nosso trabalho, para nos alimentarmos em nossa vida familiar e profissional. Plantamos afeto e dedicação em nossas tarefas, investimos em nossas carreiras, educamos nossos filhos e projetamos nossa colheita futura em todas a áreas da nossa vida. A Bíblia nos ensina: Quem observa o vento não plantará; e quem olha para as nuvens não colherá. Assim como você não conhece o caminho do vento, nem como o corpo é formado no ventre de uma mulher, também não pode compreender as obras de Deus, o Criador de todas as coisas. Plante de manhã a sua semente, e mesmo ao entardecer não deixe as suas mãos ficarem à toa, pois você não sabe o que acontecerá, se esta ou aquela produzirá, ou se as duas serão igualmente boas. (Eclesiastes 11.4-6).

Precisamos plantar ao longo de toda a vida, de manhã até o entardecer. Precisamos plantar amor, integridade, caráter bem formado, exemplos de atitudes inteligentes, sabedoria, sobriedade, competência e vida devotada à Deus. Não sabemos o que nos espera ao longo da vida, assim como não conhecemos o caminho do vento – mas seguimos plantando, confiando naquele que é fiel para confirmar a obra das nossas mãos: Seja sobre nós a graça do Senhor, nosso Deus; e confirma sobre nós a obra das nossas mãos; sim, confirma a obra das nossas mãos. (Salmos 90.17).

Contudo, nos momentos da vida em que os frutos não forem abundantes, aprenda a valorizar a sombra das árvores que plantou. Observe com prazer o dia a dia, quando o sol iluminar sua árvore, trazendo vibração e luminosidade à sua vida. Quando algumas folhas caírem, mesmo que sua árvore fique nua, ainda assim continue em frente não desista: logo novas folhas chegam, e com elas chegam as flores!

Quando as flores chegarem, sorria e creia que os frutos logo começarão a brotar. Mas, enquanto isso, faça lindos arranjos e enfeite a sua casa com flores. Deixe que seu marido coloque flores em seus cabelos, e que seus filhos a presenteiem com buquês perfumados.

Colha as flores. Enfeite e perfume a sua vida!

elaine

 Elaine Cruz 

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

Novembro Azul

Escrito por Elaine Cruz
Novembro Azul

No mês de Outubro conversamos sobre a campanha Outubro Rosa, para conscientizar as mulhere...

A arte de conviver com pessoas

Escrito por Elaine Cruz
A arte de conviver com pessoas

Conviver é o mesmo que coexistir, possuir convivência, partilhando afetos, fatos e vivênci...

O crescimento da Nomofobia

Escrito por Elaine Cruz
O crescimento da Nomofobia

O medo é uma emoção inata e natural ao ser humano, entendida como um instinto primário par...

A opção de amadurecer

Escrito por Elaine Cruz
A opção de amadurecer

Quando pensamos sobre o desenvolvimento humano, percebemos que Deus trabalha com uma preci...

A Primavera

Escrito por Elaine Cruz
A Primavera

Eu e meu marido caminhamos todos os dias. Na verdade ele é super disciplinado e corre diar...

Pequenas Esperanças

Escrito por CPAD Web
Pequenas Esperanças

Aprendi a história da arca de Noé ainda na minha primeira infância. Desde pequena imagino...

Lembranças da infância

Escrito por Elaine Cruz
Lembranças da infância

O dia das crianças, comemorado no dia 12 de Outubro, sempre foi controverso pra mim. Como...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2020 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.