O Amor que Virou Gente

Você faz o exame, mas custa acreditar. POSITIVO! Mas o que eu faço agora? Conto logo para o meu marido? E para família? Eu vou dar conta? E o parto, como vai ser: normal ou cesárea? Estou pronta para ser mãe? Milhões de perguntas num curto minuto voam em sua cabeça. Você se sente feliz, mas é de um modo como nunca imaginou, muitas emoções e parece que a ficha ainda não caiu: eu serei mãe!

De repente você se pega rindo sozinha, olhando para barriga ainda tão pequena, pensando quando ela vai crescer? Imagina-se brincando na sala, sonhando com tudo que farão juntos, o sonho de família de menina se torna real. Você se pega escrevendo seu nome inúmeras vezes no papel, imaginando o rostinho. A cada exame você percebe que o melhor som é do coração do seu bebê e sente um alívio enorme em ouvir o médico dizer: “Está tudo bem, mamãe!”

A barriga vai crescendo e o amor só aumenta. Daqui a pouco, todos notam que você não está mais sozinha. Os olhares mudam, o mundo fica mais gentil e você ainda mais sensível. Em pouco tempo, você começa a querer e fazer o melhor por esse pequeno ser, se sente todos os dias agradecida a Deus por permitir compartilhar com Ele o dom da vida.

Você muda a alimentação, muda seus hábitos, você se muda por completo. Arruma a casa, o quarto, mas sobretudo o coração. A cada semana você comemora, a cada mês completo o coração transborda. Então, você descobre o sexo do bebê, seu mundo ganha uma cor, rosa ou azul.

Então você começar a preparar tudo, você não cansa de olhar mil vezes tudo que comprou: cada roupinha, cada item do enxoval, o bercinho, parece um sonho ainda. A ansiedade chega, você se pega orando em silêncio a cada minuto, para que tudo corra bem, para que Deus escolha o melhor dia, e, principalmente, para que seu bebê venha com saúde.

Depois você descobre que oito meses voam, mas o 9º mês passa devagar... Em 9 meses o bebê se forma. Porém, se forma muito mais que isso. Em nove meses você se descobre, seu esposo se descobre como pai, vocês criam um elo tão grande com o bebê, mesmo na barriga. Em nove meses, nasce uma força gigante em você, uma sensação de que você pode fazer tudo. Em nove meses você percebe que o maior milagre está dentro de você e que não existe nada melhor do que os seus chutinhos.

A barriga começa a pesar, as pernas a doer, o tempo começa a dizer que chegou a hora, mas ainda falta muito. Mesmo assim você não tira o sorriso do rosto. Em breve, você estará com seu pacotinho de amor no colo, você vai ouvir o seu chorinho e aí vai entender o real significado do amor. O amor incondicional, que se doa por completo e nada pede, o amor que renuncia sem nada temer, o amor que não cabe mais no peito, o amor que virou gente.

Aline Ferreira

Os conflitos nossos de cada dia

Escrito por Mulher Cristã
Os conflitos nossos de cada dia

Você acorda de manhã e já não encontra mais ele na cama. Levanta. Começa a se ajeitar porq...

Quando vem o positivo

Escrito por Mulher Cristã
Quando vem o positivo

O ser humano é bem engraçado. Passamos um tempo querendo algo e quando acontece temos medo...

Quando nasce o segundo filho

Escrito por Mulher Cristã
Quando nasce o segundo filho

Gerar uma nova vida. Como é especial estar grávida. Apesar dos enjôos, desconfortos e peso...

O Amor que Virou Gente

Escrito por Mulher Cristã
O Amor que Virou Gente

Você faz o exame, mas custa acreditar. POSITIVO! Mas o que eu faço agora? Conto logo para...

Uma carta para minha mãe

Escrito por Mulher Cristã
Uma carta para minha mãe

Não, você não leu errado... Esta é uma carta de uma filha para uma mãe. Talvez seja a cart...

5 dicas surpreendentes de como usar...

Escrito por Mulher Cristã
 5 dicas surpreendentes de como usar o giz branco

Não é só na escola que o giz branco tem suas finalidades. Ele também é um grande aliado de...

Conheça 12 itens esquecidos durante...

Escrito por Mulher Cristã
Conheça 12 itens esquecidos durante a faxina

Toda mulher conhece bem o dia da faxina. Tiramos tudo do lugar, varremos, tiramos o pó, pa...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2020 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.