Elaine Cruz

Elaine Cruz é psicóloga clínica e escolar, com especialização em Terapia Familiar, Dificuldades de Aprendizagem e Psicomotricidade. É mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense, professora universitária e possui vários trabalhos publicados e apresentados em congressos no Brasil e no exterior. Atua como terapeuta há mais de trinta anos e é conferencista internacional. É mestre em Teologia pelo Bethel Bible College (EUA) e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Como escritora recebeu o 'Prêmio ABEC de Melhor Autora Nacional' e é autora dos livros “Sócios, Amigos e Amados”, “Amor e Disciplina para criar filhos felizes” e o mais recente, "Equilíbrio Emocional", todos títulos da CPAD.

Namoro com propósito!

Namoro - Parte 1

Na maior parte do tempo em que escrevemos para o público feminino, pensamos em mulheres casadas, em dias de muitas atribuições, maridos e filhos. Entretanto, sabemos que são muitas as que são solteiras e nunca casaram, muitas são divorciadas e outras são viúvas.

E mesmo as casadas ainda precisam educar suas filhas para que encontrem homens tementes a Deus, bons trabalhadores, e que sejam fiéis em seus votos conjugais.

Vamos conversar um pouco sobre namoro. É uma etapa importante para a construção de relacionamentos felizes e sólidos, mas que tem sido tratado como algo obsoleto, desnecessário e pouco valorizado – não só pelas jovens, mas também por mulheres viúvas e divorciadas. Muitas são as que, ao conhecerem um pretendente, se envolvem afetivamente de forma muito repentina. Outras se casam rapidamente, sem conhecer realmente a pessoa que vão levar para conviver com seus filhos de casamentos anteriores.

Namoro é o tempo de conhecimento mútuo, no qual uma pessoa aprende sobre o outro. Assim sendo, algumas perguntas precisam ser feitas, e muitos comportamentos precisam ser observados. Quais são os planos para o futuro? Como a família se comporta? Como o namorado(a) trata os pais e irmãos? Quais as regras de educação semelhantes as nossas? Como é o tratamento dado às pessoas, como aos pastores, aos porteiros, aos garçons ou aos amigos mais próximos? Qual é a comunhão que existe com Deus e com a sua Palavra? E cada resposta a estas perguntas pode evidenciar a importância de prosseguir, ou a possibilidade de romper, com um namoro que pode ser uma grande laço para nossa vida!

Namoro também é uma época para aprender sobre si mesmo, sobre como você reage aos toques e elogios, e o que você pensa sobre o sexo oposto. Muitas mulheres, por estarem carentes ou serem ingênuas demais, acabam sucumbindo a propostas e a carícias, prejudicando sua vida com Deus e sua família, pois se julgam fortes sexualmente – quando a Bíblia nos adverte a evitar a aparência do mal e a fugir da imoralidade sexual (1 Coríntios 6.18).

Por vezes um namoro começa bem, mas com o tempo e com a proximidade do casal, começam a surgir problemas. Quando estes se tornam insuportáveis, tipo quando o homem é agressivo com a mulher, ou o casal discute sem parar, o melhor é terminar o mais rápido possível, antes que o coração fique preso pelo afeto. Há, porém, problemas mais sutis, mas nem por isso menos perigosos, como um dos namorados ter um ciúme excessivo ou os dois não conseguirem ficar nos limites da decência, gerando culpa e remorso, afastando-os de Deus.

Um namoro precisa ter propósito! Ninguém deve namorar para, simplesmente, passar o tempo. Tudo o que fazemos precisa ter propósitos, ideais. Há pessoas que nem gostam da maneira do outro ser, mas como “não tem ninguém mais interessante ou disponível” resolve namorar para matar o tempo ou ter alguém bonitinho para apresentar às amigas.

Não se esqueça também que, da mesma forma como Deus lhe ama, ele também ama a pessoa com quem você namora, e não quer que você a magoe. Afinal, mesmo que você não goste tanto, a pessoa pode estar gostando de você, doando do seu tempo e afeto. Lembre-se que as pessoas são diferentes, os sentimentos são particulares e a visão de mundo e das pessoas de cada um única. Veja o que nos diz a Bíblia: Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga igual todos os dias. Cada um esteja inteiramente seguro em sua própria mente. (Romanos 14.5).

Se você namora alguém só para ocupar os seus dias, e se não há no seu coração a vontade de ter um compromisso mais sério com esta pessoa, ore a Deus. Peça a ele que, em um curto espaço de tempo (você pode determinar com Deus se este será de duas semanas ou um mês, por exemplo), se este namoro for a vontade de Deus para vocês, que ele faça com que você e seu par sintam o peso do compromisso e um amor mútuo, genuíno e sincero. Se o tempo passar e isto não acontecer, termine este namoro.

Você pode até pensar que este ato magoará a pessoa com quem você namora, mas mesmo que seja para dar um fim ao relacionamento, que na hora do rompimento você seja fiel e faça um ato de amor: Fiéis são as feridas feitas pelo que ama, mas os beijos de quem odeia são enganosos. (Provérbios 27.6). O namoro é um compromisso, e para que este exista é importante que haja uma escolha sábia, em que a pessoa partilhe da mesma fé, e princípios morais e éticos que você. E há que haver sinceridade nas ações de ambos.

Tudo o que fazemos deve ter metas e propósitos claros. Assim, você deve ter clareza em sua mente de estar namorando alguém para que possa conhecer esta pessoa melhor e, quem sabe, se tudo der certo, casar-se com ela. Afinal, este é o propósito do namoro.

elaine

 Elaine Cruz 

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

Namoro e Noivado

Escrito por Elaine Cruz
Namoro e Noivado

Namoro - Parte 7O principal objetivo do namoro é aprofundar o conhecimento sobre uma pesso...

Namoro e Jugo desigual

Escrito por Elaine Cruz
Namoro e Jugo desigual

Namoro - Parte 6A sociedade reforça a necessidade de termos alguém que nos complete. Nesta...

Namorar para Casar

Escrito por Elaine Cruz
Namorar para Casar

Namoro - Parte 5Um casal de namorados precisa se conhecer bem para decidir sobre um compro...

Namoros Impuros

Escrito por Mulher Cristã
Namoros Impuros

Namoro - Parte 4 Quando nascemos aprendemos com a nossa família quais são os nossos limite...

Namoros possessivos

Escrito por Elaine Cruz
Namoros possessivos

Namoro - Parte 3 O homem não é dono de si mesmo, dificilmente controla seus pensamentos e...

Namorar na Igreja

Escrito por Elaine Cruz
Namorar na Igreja

Namoro - Parte 2 A igreja é um espaço determinado por Deus para aprendizagem e comunhão. A...

Namoro com propósito!

Escrito por Elaine Cruz
Namoro com propósito!

Namoro - Parte 1 Na maior parte do tempo em que escrevemos para o público feminino, pensam...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2021 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.