Elaine Cruz

Elaine Cruz é psicóloga clínica e escolar, com especialização em Terapia Familiar, Dificuldades de Aprendizagem e Psicomotricidade. É mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense, professora universitária e possui vários trabalhos publicados e apresentados em congressos no Brasil e no exterior. Atua como terapeuta há mais de trinta anos e é conferencista internacional. É mestre em Teologia pelo Bethel Bible College (EUA) e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Como escritora recebeu o 'Prêmio ABEC de Melhor Autora Nacional' e é autora dos livros “Sócios, Amigos e Amados”, “Amor e Disciplina para criar filhos felizes” e o mais recente, "Equilíbrio Emocional", todos títulos da CPAD.

Namorando a Vida

Namoro – parte 10

Viver não é simples. Desde o nascimento enfrentamos bullying, desafios emocionais colossais, e encaramos muitas situações difíceis. Algumas pessoas, desde a infância, precisam conviver com pais agressivos, famílias abusivas, mães ausentes, dificuldades na saúde e um sentimento de solidão ou desespero permanente.

Muitos se casam, possuem filhos, cultivam netos. E eventualmente podem viver o luto de perder um dos filhos ou os pais com quem partilharam a vida por anos. Isto sem falar das doenças crônicas, das traições dos falsos amigos, das situações de emprego ou de falência, e dos momentos de recomeçar após a aposentadoria ou a viuvez.

Assim como aprendemos a namorar uma pessoa, aprofundando nosso conhecimento sobre o outro e nos surpreendendo com novos olhares sobre as coisas, precisamos fazer o mesmo sobre a vida.

A vida pode trazer muitas surpresas, boas ou ruins. Podemos desenvolver talentos musicais nunca previstos, ou termos a possibilidade de fazer uma viagem maravilhosa e jamais imaginada. De forma semelhante, não podemos prever uma doença ou um acidente que muda o roteiro da vida para sempre.

Não sabemos em que dia ou de que forma vamos conhecer a pessoa com quem vamos conjugar toda a nossa vida. E não podemos prever com quantos anos nossos filhos vão se casar e constituir suas famílias, deixando o ninho vazio.

E é exatamente por conta das muitas voltas e surpresas da vida, que precisamos aprender a namorar o tempo da nossa existência terrena, aproveitando os dias bons, nos alegrando com as conquistas, celebrando as vitórias e glorificando a Deus pelas bençãos diárias alcançadas.

Aprenda, portanto, a apreciar o nascer do sol, que ilumina a terra com seus raios, dissipando a neblina e as trevas. Encontre motivação em observar o movimento das águas do mar ou a correnteza de rios caudalosos. Se alegre com o sorriso do seu filho, com o olhar matreiro do seu cônjuge ou com as piadas contadas pelos seus pais. Aconchegue-se no abraço dos avós, e encontre alívio nas palavras sábias dos seus pastores e amigos.

Nos dias bons, cultue ao Deus da sua salvação, cante louvores alegres e ritmados e reserve um tempo para agradecer pela vida. Brinque com seus filhos, faça cócegas nos seus netos, e reserve um tempo para uma noite romântica com seu cônjuge.

Nos dias difíceis, entre no seu quarto, feche a sua porta e ore ao seu Deus. Cante louvores que toquem seu coração e tragam contrição à sua alma. Chore com a pessoa amada, partilhe sua dor com os que amam você. Busque a quietude, mas ainda assim agradeça por poder sentir sua dor, ciente de que Deus estará cuidando e tratando de cada uma das suas feridas.

Assim como no namoro, aprenda a viver, declarando como Moisés: "Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios." (Salmos 90.12). E lembre-se também de Paulo, quando em um dos momentos mais difíceis da sua vida, escreveu: "Sei o que é passar necessidade e sei o que é ter fartura. Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade. Tudo posso naquele que me fortalece." (Filipenses 4.12,13).

Salomão ainda complementa: “Então entendi que nesta vida tudo o que a pessoa pode fazer é procurar ser feliz e viver o melhor que puder” (Eclesiastes 3:12). “Se Deus der a você riquezas e propriedades e deixar que as aproveite, fique contente com o que recebeu e com o seu trabalho. Isso é um presente de Deus. E você não sentirá o tempo passar, pois Deus encherá o seu coração de alegria” (Eclesiastes 5:19-20).

Namore a vida. Decida ser feliz e grato pela oportunidade de viver, ciente de que Deus sempre terá e fará o melhor por aqueles que são seus filhos!

elaine

Elaine Cruz 

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

Onde está Wally?

Escrito por Elaine Cruz
Onde está Wally?

Nos anos noventa, o ilustrador britânico Martin Handford lançou o personagem Wally para o...

Chuvas de Outono

Escrito por Elaine Cruz
Chuvas de Outono

O outono é a estação em que a terra se refresca do verão. As temperaturas ficam mais amena...

Luto pós Covid

Escrito por Elaine Cruz
Luto pós Covid

Todos os dias recebo inúmeros pedidos de oração por familiares de pessoas com Covid. Algum...

Mulheres, Covid e Suicídio

Escrito por Elaine Cruz
Mulheres, Covid e Suicídio

Desde o início do aparecimento global do coronavírus, a taxa de suicídios, em todo o mundo...

Namorando a Vida

Escrito por Elaine Cruz
Namorando a Vida

Namoro – parte 10 Viver não é simples. Desde o nascimento enfrentamos bullying, desaf...

Namoro no Casamento

Escrito por Mulher Cristã
Namoro no Casamento

Namoro – parte 9 Deus sempre será nosso refúgio, nossa rocha segura, nosso abrigo e segura...

Namoro, Noivado e Festa de Casament...

Escrito por Elaine Cruz
Namoro, Noivado e Festa de Casamento

Série: Namoro – parte 8 Já passei dos cinquenta anos, mas me lembro das muitas vezes em qu...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2021 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.