Elaine Cruz

Elaine Cruz é psicóloga clínica e escolar, com especialização em Terapia Familiar, Dificuldades de Aprendizagem e Psicomotricidade. É mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense, professora universitária e possui vários trabalhos publicados e apresentados em congressos no Brasil e no exterior. Atua como terapeuta há mais de trinta anos e é conferencista internacional. É mestre em Teologia pelo Bethel Bible College (EUA) e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Como escritora recebeu o 'Prêmio ABEC de Melhor Autora Nacional' e é autora dos livros “Sócios, Amigos e Amados”, “Amor e Disciplina para criar filhos felizes” e o mais recente, "Equilíbrio Emocional", todos títulos da CPAD.

Luto pós Covid

Todos os dias recebo inúmeros pedidos de oração por familiares de pessoas com Covid. Algumas pessoas que enviam estes pedidos eu conheço de eventos pelo Brasil e o mundo, outras são das igrejas que meu marido e eu pastoreamos, e muitas são do Corpo de Cristo espalhado pelo mundo, que se funde em uma Família pelos laços da fé em Cristo Jesus.

Deus tem recolhido pessoas preciosas para o seu Reino, servos de Deus fiéis, pastores abnegados e as esposas mais dedicadas. Quantas mulheres queridas, de diferentes denominações, têm partido para a eternidade!

Sabemos que Preciosa é aos olhos do Senhor a morte de seus Santos (Salmos 116.15). Ganhar os céus é a nossa esperança, e quem morre em Cristo já conquistou o que estamos lutando para alcançar. É por esta razão que Paulo profere: Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho. (Filipenses 1.21); Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus. (2 Coríntios 5.1). 

Para quem parte ao encontro de Deus, por maior que seja o sofrimento da despedida da vida terrena e dos que amam, especialmente quando lutam por suas vidas em CTIs de hospitais, este mundo não será mais considerado. Afinal, a glória que espera os santos é muito maior, e esta é sempre a maior consolação para os que ficam e se despedem de pessoas queridas. 

Entretanto, por maior que seja o conforto que temos em Deus, a dor da ausência pode ser cruciante. A saudade pode se tornar angustiante. Filhos pequenos nem sempre compreendem o vazio que nos deixa a morte física de quem amamos. Cônjuges precisam elaborar a perda e aprender a viver novamente sozinhos. Tudo muda, perde a cor, fica meio sem sentido. 

O luto envolve sofrimento, lembranças antigas e novas que trazem recordações doces e/ou doloridas. Mas o luto envolve também o que se perde no futuro: o pai que não estará no casamento da filha, o filho que não veremos crescer, a mãe que não conhecerá seus futuros netos. Assim sendo, sentimos a dor saudosa do que vivenciamos, mas também sofremos antecipadamente pelo que seremos impedidos de viver. 

Contudo, precisamos seguir em frente, viver os novos dias que nos esperam. Acordar cotidianamente e reaprender a viver sem o outro, lidando com o vazio e o sentimento de estar em meio a um grande pesadelo. Nossa mente sabe dos fatos, mas não tem estrutura para silenciar os sentimentos e elaborar a morte. Afinal, a Bíblia nos alerta, não fomos criados para morrer, pois a morte física foi deflagrada pela entrada do pecado no mundo. 

Se você está vivenciando o luto de um familiar querido, reúna todas as suas forças para se levantar da cama todas as manhãs. Mantenha a sua rotina de trabalho, em casa ou na vida profissional, e esforce-se para usar a lógica em sua rotina de trabalho. E permita que outras pessoas próximas auxiliem você na parte burocrática, como certidões, pensões e documentos necessários para prosseguir a vida social e financeira. 

No tempo adequado à sua dor, limpe os armários, doe as roupas e pertences pessoais, reorganize os espaços e, se desejar, pinte a casa com outros tons. Espalhe algumas fotos memoráveis pela casa, e escolha preservar em sua mente os bons momentos, os sorrisos largos, e os olhares doces de quem partiu.

Decida cuidar dos que ficaram, de filhos e netos, irmãos e pais. Aceite cuidados e afetos dos que amam você, busque os abraços dos que lhe amam e, se preciso for, procure por um psicólogo ou pastor que lhe auxilie. Mas quando a saudade for muito forte, corra para Deus, jogue-se nos seus braços e deixe ele embalar a sua dor – Ele sabe como curar nossas feridas da alma!

E creia: haverá consolo de Deus para você. A noite pode ser longa, mas o sol voltará a raiar – uma raio tímido no início, mas que se tornará cada vez mais claro, aquecendo suas memórias e  iluminando os seus dias mais difíceis.

elaine

Elaine Cruz 

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

Onde está Wally?

Escrito por Elaine Cruz
Onde está Wally?

Nos anos noventa, o ilustrador britânico Martin Handford lançou o personagem Wally para o...

Chuvas de Outono

Escrito por Elaine Cruz
Chuvas de Outono

O outono é a estação em que a terra se refresca do verão. As temperaturas ficam mais amena...

Luto pós Covid

Escrito por Elaine Cruz
Luto pós Covid

Todos os dias recebo inúmeros pedidos de oração por familiares de pessoas com Covid. Algum...

Mulheres, Covid e Suicídio

Escrito por Elaine Cruz
Mulheres, Covid e Suicídio

Desde o início do aparecimento global do coronavírus, a taxa de suicídios, em todo o mundo...

Namorando a Vida

Escrito por Elaine Cruz
Namorando a Vida

Namoro – parte 10 Viver não é simples. Desde o nascimento enfrentamos bullying, desaf...

Namoro no Casamento

Escrito por Mulher Cristã
Namoro no Casamento

Namoro – parte 9 Deus sempre será nosso refúgio, nossa rocha segura, nosso abrigo e segura...

Namoro, Noivado e Festa de Casament...

Escrito por Elaine Cruz
Namoro, Noivado e Festa de Casamento

Série: Namoro – parte 8 Já passei dos cinquenta anos, mas me lembro das muitas vezes em qu...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2021 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.