Elaine Cruz

Elaine Cruz é psicóloga clínica e escolar, com especialização em Terapia Familiar, Dificuldades de Aprendizagem e Psicomotricidade. É mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense, professora universitária e possui vários trabalhos publicados e apresentados em congressos no Brasil e no exterior. Atua como terapeuta há mais de trinta anos e é conferencista internacional. É mestre em Teologia pelo Bethel Bible College (EUA) e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Como escritora recebeu o 'Prêmio ABEC de Melhor Autora Nacional' e é autora dos livros “Sócios, Amigos e Amados”, “Amor e Disciplina para criar filhos felizes” e o mais recente, "Equilíbrio Emocional", todos títulos da CPAD.

A dádiva da Gratidão

A gratidão é uma das principais virtudes humanas. Ela deve ser aprendida ainda na mais tenra na infância, quando ainda somos bebês, e precisa ser estimulada nas relações familiares e sociais, de modo a formarmos adultos que sabem ser educados e gratos, tanto às pessoas quanto a Deus.

A cada ano percebemos, assustados, o quanto a nossa sociedade tem formado pessoas ingratas e egoístas. Muitos são os que só se importam com as suas próprias inquietações, voltados para os seus próprios umbigos, em um mundo competitivo e narcisista. E são muitos os pais, professores, empregadores, pastores e amigos que sofrem com a ingratidão alheia!

Infelizmente, nós geralmente escolhemos lembrar com frequência o mal que sofremos, e nos esquecemos muito facilmente do bem que as pessoas nos fazem. Isto nos torna frios, desconfiados e arredios emocionalmente. Lamentamos pelos fatos passados e nos esquivamos de novas vivências afetivas, que podem ser saudáveis e confortantes. Nos tornamos egoístas e solitários, e ainda mais carentes da gratidão e do afeto alheio!

Fato é que, como decidimos focar em coisas negativas, os atos bondosos das pessoas nem sempre são percebidos, e quando o são, podem ser menosprezados: dizemos um cordial "obrigado" e seguimos em frente, julgando que o outro não fez mais do que sua obrigação! Não agradecemos apropriadamente o comportamento amigável, não valorizamos o gesto compassivo, e não desenvolvemos a essência da gratidão genuína.

Muitos de nós fazemos o mesmo com Deus. Gastamos muito tempo listando pedidos em nossas orações, e simplesmente dizemos um obrigado a Deus quando recebemos sua resposta, como se ele tivesse a obrigação de realizar nossos desejos!

A verdade é que não podemos nos esquecer do incomparável amor divino, do dom da salvação, das inúmeras bençãos recebidas, dos livramentos diários. Jamais poderemos menosprezar a importância da paz que excede todo entendimento, do privilégio que é ter o Espírito de Deus habitando em nós, da inexorável vida eterna que nos aguarda. Precisamos dar a Deus a honra devida pela saúde, pela família, pela casa onde moramos, pelos dons e talentos recebidos, e pelo fato de podermos usufruir um dia a mais de vida!

Em muitos países, como nos EUA, o Dia Nacional de Ação de Graças, que os americanos chamam de Thanksgiving Day, é comemorado sempre na última quinta-feira de Novembro. É a celebração mais esperada pela população – um feriado em que as famílias se reúnem para agradecer a Deus as boas venturas ocorridas ao longo de um ano. No Brasil, desde 1948, o Dia Nacional de Ação de Graças é marcado em calendários oficiais, mas infelizmente esta data não tem sido valorizada pela população.

Entretanto nós, que reconhecemos o valor da graça da Deus, vamos aproveitar este dia para agradecer a Deus: pela vida, pela saúde, pelas vivências afetivas, pela família, pela provisão e cuidado que Ele tem conosco todos os dias. Deus afirma que Quem me oferece sua gratidão como sacrifício, honra-me (Salmos 50.23). E Paulo também declara: Deem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus. (1 Tessalonicenses 5.18).

A gratidão forja em nós um caráter agradável a Deus. Portanto, agradeça sempre, e se possível reserve momentos de gratidão em família, ou, pelo menos, uma oração diária para simplesmente agradecer a Deus pelo seu cuidado, provisão e amor. Nossa gratidão é nossa dádiva a Deus – e Ele sempre recompensa nossa gratidão com bençãos imerecidas!

elaine

Elaine Cruz 

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

A arte de presentear

Escrito por Elaine Cruz
A arte de presentear

Para muitos, o Natal é uma época de presentear as pessoas que amamos. Avós presenteiam seu...

A dádiva da Gratidão

Escrito por Elaine Cruz
A dádiva da Gratidão

A gratidão é uma das principais virtudes humanas. Ela deve ser aprendida ainda na mais ten...

Amando à distância

Escrito por Elaine Cruz
Amando à distância

Amar é uma decisão pessoal de nutrir afeto por alguém. Podemos decidir amar alguém de quem...

O sossego da ignorância!?

Escrito por Elaine Cruz
O sossego da ignorância!?

É impressionante a quantidade de pessoas que prefere não saber das coisas. Sabemos qu...

Janelas!

Escrito por Elaine Cruz
Janelas!

Tenho boas recordações da minha infância. Eu ia à igreja todos os dias da semana, pois meu...

A popularização do Halloween

Escrito por Elaine Cruz
A popularização do Halloween

Todos temos percebido como vem aumentando a popularidade do dia das bruxas. Conhecido mund...

A dádiva do Contentamento

Escrito por Elaine Cruz
A dádiva do Contentamento

Ao longo da nossa vida, facilmente vamos percebendo que não podemos ter tudo. Pais que são...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2021 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.