Elaine Cruz

Elaine Cruz é psicóloga clínica e escolar, com especialização em Terapia Familiar, Dificuldades de Aprendizagem e Psicomotricidade. É mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense, professora universitária e possui vários trabalhos publicados e apresentados em congressos no Brasil e no exterior. Atua como terapeuta há mais de trinta anos e é conferencista internacional. É mestre em Teologia pelo Bethel Bible College (EUA) e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Como escritora recebeu o 'Prêmio ABEC de Melhor Autora Nacional' e é autora dos livros “Sócios, Amigos e Amados”, “Amor e Disciplina para criar filhos felizes” e o mais recente, "Equilíbrio Emocional", todos títulos da CPAD.

Aquecendo as noites frias

O Brasil possui invernos bastante confortáveis, com temperaturas amenas e sol até o final da tarde – com exceção para os que moram no sul do país, que enfrentam temperaturas abaixo de zero e eventualmente assistem nevar em seus quintais.

Quando um país enfrenta invernos rigorosos, há uma política de abrigos para os moradores de rua, as casas, fábricas e escritórios possuem aquecedores, os estabelecimentos comerciais têm um sistemas de portas duplas para garantir o aquecimento interno, e até mesmo os carros precisam usar um aditivo especial na gasolina para que esta não congele. Já morei em países onde o inverno era essencialmente de temperaturas negativas, e a temperatura mais baixa que peguei foi de trinta e seis graus negativos: um frio horroroso, com tempestades de neve que bloqueavam ruas e fechavam comércios e escolas.

A neve é linda de ser vista, especialmente em filmes cartões de natal. Mas conviver com ela, dirigindo em estradas com gelo fino e sal para ajudar a não derrapar, é um grande desafio. É sempre divertido fazer bonecos de neve, mas ter que raspar a neve da entrada da garagem diariamente é bastante exaustivo. Além disso, ela pode nos enganar: assim que cheguei nos EUA, eu costumava fazer um caminho para o trabalho cortando o caminho por um trajeto que incluía uma bela estada – até que, ao final do verão, enquanto eu estava andando por ela, fui alertada que de a estrada, de fato, era um lago que ia ficando com sua cobertura de gelo cada vez mais fina, até que as águas voltassem a correr na primavera!

No inverno, além do frio, os dias costumam ser mais curtos. Em Rostock, uma cidade da Alemanha em que temos uma igreja filiada à nossa, o sol se põe por volta das 14:30 horas, mudando a rotina de escolas e fábricas, além de aumentar os impostos com energia elétrica e /ou ampliar o uso de madeira para as lareiras domésticas.

Em Israel o inverno costuma ser bem rigoroso. Tanto que a mulher sábia… não teme por seus familiares quando chega a neve, pois todos eles vestem agasalhos. Ela faz cobertas para a sua casa (Provérbios 31.21,22). No frio do inverno, nada aquece mais do que bons agasalhos e cobertas bem quentes para dormirmos quentinhos. E a mulher sábia prepara sua casa para o inverno, garantindo calor para sua família.

De forma semelhante precisamos nos organizar para os invernos da vida e da alma. Todos nós passamos por montes gélidos na saúde, em relacionamentos e até mesmo na vida profissional e sentimental. Em momentos assim, muitos podem congelar sua vida e seus sonhos.

Viver sem aconchego, calor humano ou afeto caloroso faz com que a alma congele. Conviver com pais distantes, que não demonstram afeto, que não abraçam ou elogiam, que são incapazes de perceber e de amar seus filhos, é como viver dentro de um iceberg emocional. Assim como a frieza em um casamento, com cônjuges que não se aquecem mutuamente, pois são extremamente egoístas, é algo que causa uma morte lenta por congelamento!

Nossa casa precisa estar aquecida. É muito bom voltar para uma casa calorosa depois de um dia estafante de trabalho. É gratificante saber que por mais que o mundo corporativo e profissional seja estressante e frio, podemos encontrar calor humano em casa: pais interessados no cotidiano dos filhos, filhos solícitos à instrução amorosa de seus pais, cônjuges prontos a abraçar e aquecer a alma e o corpo um do outro.

Agasalhe seu cônjuge. Abrace, beije, diga palavras de ânimo, e o apoie em suas tribulações e lutas pessoais. A vida conjugal implica em cumplicidade, entrega e uma boa dose de calor humano, fazendo com que o outro não se sinta só. Em momentos difíceis, cante, faça uma boa massa ou um gostoso chocolate quente, abrace muito e aqueça as noites frias com muito carinho e afeto.

Agasalhe seus familiares de amor sincero e incondicional, dê o beijo de boa noite, cubra com cobertas antes de dormirem, e não deixe de cobri-los de orações, de elogios, de ensinos e de afeto. Quando fecharmos a porta, e deixarmos a neve do inverno da vida do lado de fora, que nossas casas estejam sempre aquecidas, para que haja calor em nossas noites frias!

elaine

Elaine Cruz 

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

Mantendo o Temor

Escrito por Elaine Cruz
Mantendo o Temor

Assusta comprovar como as pessoas estão perdendo o temor em questões de suma importância,...

Trigo e Joio

Escrito por Elaine Cruz
Trigo e Joio

Eu sempre prefiro as verdades, mesmo que doam aos ouvidos. Prefiro a distância do outro do...

Alegrai-vos!

Escrito por Elaine Cruz
Alegrai-vos!

A alegria é uma dádiva divina aos seres humanos. Desde que nascemos, temos uma tendência a...

Considerando a vida

Escrito por Elaine Cruz
Considerando a vida

É raro encontrar alguém que não goste de festa, ou de, pelo menos, comemorar datas signifi...

Chuvas em terra seca

Escrito por Elaine Cruz
Chuvas em terra seca

É muito bom quando, em pleno verão, no momento em que o calor começa a ressecar a pele e o...

Calor

Escrito por Elaine Cruz
Calor

Eu nasci em São Paulo, mas moro no Rio de Janeiro desde os meus treze anos. Nesta cidade m...

Boneca que fala!?

Escrito por Elaine Cruz
Boneca que fala!?

O famoso inventor norte-americano Thomas Edison foi um dos maiores empreendedores da Histó...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2024 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.