Elaine Cruz

Elaine Cruz é psicóloga clínica e escolar, com especialização em Terapia Familiar, Dificuldades de Aprendizagem e Psicomotricidade. É mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense, professora universitária e possui vários trabalhos publicados e apresentados em congressos no Brasil e no exterior. Atua como terapeuta há mais de trinta anos e é conferencista internacional. É mestre em Teologia pelo Bethel Bible College (EUA) e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Como escritora recebeu o 'Prêmio ABEC de Melhor Autora Nacional' e é autora dos livros “Sócios, Amigos e Amados”, “Amor e Disciplina para criar filhos felizes” e o mais recente, "Equilíbrio Emocional", todos títulos da CPAD.

Lança o teu pão! 

Estou escrevendo este artigo diretamente da cidade do Porto, em Portugal. Deste país, há mais de 120 anos, meu bisavô saiu da cidade de Coimbra para tentar a vida no Brasil. Acabou parando em Minas Gerais, onde formou família e se estabeleceu profissionalmente, vendendo leite para estabelecimentos comerciais. 

Por parte do meu marido, meu sogro saiu de Portugal, da região norte do país, de uma localidade chamada Vila chã, quando estava com 18 anos, buscando uma melhor qualidade de vida no Brasil. A Europa pós guerra estava quebrada e, como muitos jovens fizeram àquela ocasião, ele pegou um navio sozinho em direção ao Rio de Janeiro. Chegou sem dinheiro, mas com muita disposição para trabalhar, e foi muitíssimo bem sucedido nos negócios. Meu marido cresceu ouvindo fados portugueses, e mesmo depois, quando a mãe dele se converteu (ele tinha seis anos), ouvir o sotaque português e comer as deliciosas iguarias portuguesas fizeram parte do cotidiano da sua infância e juventude. 

Meus sogros vieram a Portugal inúmeras vezes, compraram imóveis aqui, e pregaram muito o Evangelho para portugueses católicos praticantes. Assim sendo, aprendi com eles a amar e orar por esta terra, a gostar da culinária e o jeito português de ser: eles a princípio são educados e cautelosos no afeto, mas rapidamente, quando nos conhecem melhor, se tornam carinhosos e falantes! 

Hoje, meus sogros já estão na eternidade. Mas aprouve a Deus nos fazer voltar mais uma vez a esta cidade, onde estamos implantando uma igreja aqui para alcançar portugueses, que será pastoreada pelo meu filho e sua esposa - que também tem avós portugueses que saíram daqui para tentar a vida no Brasil. 

Meu filho e sua esposa vieram de navio para Portugal, fazendo o caminho inverso dos seus avós. E é impressionante ver o cuidado de Deus com esta terra, que agora recebe missionários para pregar o Evangelho em uma terra tão arraigada ao catolicismo! 

Meus sogros, como tantos portugueses convertidos no Brasil, pregaram o Evangelho a filhos e netos, que hoje retornam ao país deles, proclamando o Evangelho ao país de origem que tanto amavam. Lançaram pães sobre águas, e hoje seus netos e bisnetos colhem os frutos da educação moral e espiritual recebida. 

O texto sagrado evidencia: Atire o seu pão sobre as águas, e depois de muitos dias você tornará a encontrá-lo. (Eclesiastes‬ ‭11‬.1). ‭Nos tempos antigos, atirar pães sobre as águas implicava em permitir que as sementes de trigo contidas nos pães pudessem fazer crescer mais trigos ao longo dos rios, que poderiam ser usados posteriormente para a fabricação de mais pães. Era uma forma de não desperdiçar alimentos, ao mesmo tempo em que impulsionava agricultura - e ninguém sabia quando precisaria de trigo ao longo das peregrinações futuras.

Precisamos aprender a atirar pães sobre as águas, não desperdiçando as oportunidades que temos de investir em nós e nas pessoas. Todo afeto e dedicação genuína aos filhos irão retornar em afetos e honras futuras. Nosso esforço no trabalho retorna em uma velhice amparada financeiramente. Colhemos hoje frutos das ações dos nossos pais no passado, bem como das nossas próprias escolhas.

Sempre colheremos o que plantarmos. Encontraremos trigos ao longo da vida, quando estivermos necessitando de alimentos para o corpo e a alma, que serão o resultado de nossas escolhas anteriores ao longo da vida. 

Assim sendo, é necessário caminhar hoje pensando no que desejamos encontrar nas próximas curvas da vida. Precisamos nos esforçar para sermos pais exemplares, que deixarão rastros de bom caráter para seus filhos. Precisamos pensar em que tipo de memórias vamos formar em nossos liderados, ou de que forma vamos impactar as próximas gerações. 

Deus, na sua infinita misericórdia, há de nos permitir viver para colher os trigos resultantes do nosso agir para os outros e da nossa fidelidade para com Ele!

elaine

Elaine Cruz 

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

Unidade Conjugal

Escrito por Elaine Cruz
Unidade Conjugal

Na minha infância, era comum um casal ter vários filhos. Além disso, era usual que as pess...

Hospitais

Escrito por Elaine Cruz
Hospitais

Estou escrevendo este artigo em um hospital particular no Rio de Janeiro, onde estou como...

Felicidade no Trabalho

Escrito por Elaine Cruz
Felicidade no Trabalho

No primeiro dia do mês de maio, tanto no Brasil como em Portugal, nós comemoramos o dia do...

E se…?

Escrito por Elaine Cruz
E se…?

Ao viajar pelo interior de Portugal, é comum encontrarmos pequenas aldeias, com muitas par...

Lança o teu pão! 

Escrito por Elaine Cruz
Lança o teu pão! 

Estou escrevendo este artigo diretamente da cidade do Porto, em Portugal. Deste país,...

Uma palavra às solteiras

Escrito por Elaine Cruz
Uma palavra às solteiras

Embora vivamos em um mundo dito avançado, alguns países promovem casamento forçado, ainda...

Em uma próxima vez…

Escrito por Elaine Cruz
Em uma próxima vez…

Minha bisavó materna nasceu na cidade de Barra Mansa, no interior do Rio de Janeiro. A des...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2024 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.