Vivi uma experiência com Deus!

A paz do Senhor amadas irmãs! Sou Vanessa Calegário, tenho 40 anos, sou criada em berço cristão, e desde então aprendi a depender e a confiar em Deus. Sempre fui atuante na Casa de Deus e gosto muito de ajudar aos departamentos e ser útil. 

Sempre busquei intimidade com o Senhor e nunca me conformei em estagnar. Já enfrentei bastante coisas em minha vida, como: momentos de questionamentos, incertezas, fraquezas, mas me mantenho confiando no Senhor, buscando ser fiel e me aprofundando em ter mais intimidade com Ele.

Uma coisa que sempre pedi a Deus, foi ter EXPERIÊNCIAS. Viver coisas extraordinárias e poder impactar vidas com o meu testemunho. Em 2014 eu vivi uma experiência incrível e posso dizer que hoje eu sou um milagre. 

Eu tinha um planejamento familiar diferente do meu esposo e me parece que diferente dos planos de Deus também. Casada e mãe de um menino, me sentia realizada. Porém, a todo lugar que visitava recebia a promessa de um segundo filho. Por não fazer parte dos meus planos, sempre desacreditei até que decidi testar o Senhor. Falei para Deus que, se realmente fosse um propósito D’Ele em minha vida, que o desejo de ter mais um filho brotasse em meu coração primeiro e, que, além disso não interromperia o tratamento preventivo, para que o milagre fosse completo. E assim o Senhor fez!

Depois de 9 anos após ter tido meu primogênito Felipe, concebi Isaac. Uma gestação tranquila pela certeza de que Deus estava guiando nossos passos e que muitas outras promessas nos alcançariam. 

Ao completar 34 semanas, me senti mal subitamente e fui levada ao hospital maternidade e inicialmente fui diagnosticada com pré-eclâmpsia. A obstetra que acompanhou meu pré-natal estava viajando e o médico de plantão ficou responsável pelo meu atendimento. Graças a Deus um médico bem experiente e conhecido da minha família por ter feito os 2 partos da minha cunhada, irmã do meu esposo.

Este médico ao perceber que após a medicação não obteve êxito, investigou mais afundo e percebeu que se tratava de algo mais grave: “Síndrome de Hellp”. A síndrome de hellp é uma doença rara e muito perigosa, que oferece risco tanto à mãe quanto ao bebê. Ela normalmente surge como uma complicação da pré-eclâmpsia, que é a hipertensão gerada por causa da gravidez. A doença consiste basicamente em um aumento desenfreado da pressão arterial durante a gravidez e pode levar a mulher à morte.

O diagnóstico da doença precisa ser feito o mais rápido possível. Não existe nenhum tratamento para essa doença e a única forma de freá-la é interrompendo a gravidez. Por isso, muitas mulheres precisam fazer uma cesariana de emergência ou um parto induzido. Em alguns casos mais graves, a mulher pode acabar perdendo o bebê e até mesmo morrendo. Ou pode acabar se complicando e causando problemas como edema agudo dos pulmões, ruptura do fígado, insuficiência renal, diversos tipos de hemorragias ou até mesmo falência cardíaca. Estudos mostram que as chances de salvar o bebê é a partir da 35ª semana de gestação quando os pulmões já estão amadurecendo.

Infelizmente, coube ao médico passar as informações ao meu esposo e lhe deixar a terrível decisão de escolher por uma das duas vidas, caso houvesse essa possibilidade. Mas o Deus que servimos não deixou nem minha vida e nem a de meu bebê fossem ceifadas. Glória a Deus! Fui levada ao centro cirúrgico e após o parto esperavam por uma melhora que não ocorreu. Nem ao menos pude ver meu bebê. Isaac nasceu saudável, apesar de prematuro e foi liberado em 48h, mas eu fiquei na UTI coronariana, selecionada como caso mais grave do plantão, permitiram que 22 pessoas me visitassem em um único dia para que se despedissem, onde o limite é apenas 2 visitas. Entre poucos momentos de lucidez eu via uma ou outra pessoa com lágrimas nos olhos, querendo acreditar e me fazer acreditar que tudo ia passar, tentando me consolar. 

foto 2Numa quarta-feira ocorria um culto da União Feminina na igreja que frequento. E lá o pastor convocou todas as mulheres a estenderem as mãos em direção ao hospital (que era próximo) e levantaram um clamor a Deus por minha vida. Neste exato momento, meu sangue dispersava por todos os orifícios do meu corpo e ao transfundir não coagulava, sendo necessário fazer uma transfusão de plaquetas, porém não havia estoque de plaquetas nem no hospital e nem no HemoRio. A médica de plantão tomou uma decisão audaciosa e de extrema responsabilidade, repassando para mim sete bolsas de plaquetas designadas para outro paciente que passaria por cirurgia no dia seguinte. Com esta atitude, ela conseguiu estancar minha hemorragia, a transfusão de sangue foi concluída com sucesso e eu sobrevivi. O paciente operou e correu tudo bem nem sendo necessário fazer uso de plaquetas para transfusão. Graças a Deus!

Com perplexidade, todos testemunharam minha rápida recuperação, mesmo tendo recebido dos médicos a notícia que se talvez eu sobrevivesse ficaria pelo menos 30 dias na UTI. Em três dias fui transferida para o quarto e em cinco dias tive alta para honra e glória do nosso Senhor! Após oito dias, pude conhecer meu filho, tocar, abraçar e amar para sempre.

Ainda assim os médicos insistiam em sequelas e tratamentos, quando eu já tinha a certeza de uma cura por completo. O cardiologista disse que se em seis meses a pressão arterial não ficasse controlada, eu seria hipertensa para o resto da vida. Mas após cinco meses, eu tive alta e fui liberta da receita médica que continham nove remédios diferentes.

O que ficou para o resto da minha vida foi a experiência de ficar totalmente nas mãos de Deus e de saber que não há lugar melhor para estar. Ficou também este testemunho para que o nome do Senhor seja glorificado!

Envie seu testemunho!

Já aconteceu algum milagre de Deus na sua vida? Que tal divulgar nesta seção que se dedica exclusivamente a anunciá-los para a glorificação do nome de Jesus. Envie-nos o seu testemunho (se possível, com foto) por e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. E no assunto não se esqueça de colocar: Testemunho. Aproveite e envie também o seu telefone para entrarmos em contato. Estamos te esperando!  
“Para que todos vejam e saibam e considerem e juntamente entendam que a mão do Senhor fez isso” (Is 41. 20).

*A CPAD não se compromete na publicação de todos os testemunhos. O mesmo será avaliado pela equipe responsável pelo site Mulher Cristã Hoje. A veracidade das informações é de inteira responsabilidade de seu autor.

Deus muda situações!

Escrito por Mulher Cristã
Deus muda situações!

A Paz do Senhor, povo de Deus! Sou Regiane Correia, casada com o obreiro auxiliar Walber M...

Hemodiálise nunca mais!

Escrito por Mulher Cristã
Hemodiálise nunca mais!

A paz do Senhor a todos! Meu nome é Suzana Barboza Marques, tenho 46 anos, sou casada com...

Hoje sou curada da depressão!

Escrito por Mulher Cristã
Hoje sou curada da depressão!

A paz do Senhor a todas as amadas irmãs. Sou Alekssandra Passoni, 45 anos, escritora, casa...

Hoje sou nova criatura com Jesus!

Escrito por Mulher Cristã
Hoje sou nova criatura com Jesus!

A paz do Senhor a todas! Sou Rosana Cristina Rodrigues de Oliveira, 52 anos e quero contar...

O Deus que abre a madre é o mesmo q...

Escrito por Mulher Cristã
O Deus que abre a madre é o mesmo que fecha

A Paz do Senhor amadas! Sou Rosileny Rosa Martins, 59 anos, administradora, psicopedagoga,...

Eu e minha família estamos curados...

Escrito por Mulher Cristã
Eu e minha família estamos curados da Covid-19

A paz do Senhor Jesus a todos os meus amados irmãos. Sou a irmã Solange de Oliveira tenho...

Deus fez do meu caos uma história d...

Escrito por Mulher Cristã
Deus fez do meu caos uma história de milagres

A paz do Senhor a todos. Sou Carla Priscila de Souza Moreira da Cruz, tenho 33 anos, casad...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2021 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.