Venci a Síndrome do Pânico e a Depressão!

A paz do Senhor, amadas irmãs. Sou Luciane Mendes, tenho 46 anos, casada com Hideraldo Torres Arguelho, sou membro da Igreja Assembleia de Deus Vida na Palavra (ADVIP), moro em Queimados (RJ). Aceitei a Jesus numa Escola Bíblica Dominical quando eu tinha de 9 para 10 anos. A minha mãe estava recém-separada do meu pai e desde então passei a ter Deus como meu Pai e Ele sempre cuidou de mim e da minha casa.

Tenho um testemunho de edificação. Desde os 15 anos sou atuante na obra de Deus, servindo na igreja na Escola Bíblica Dominical e também no Departamento de Mulheres, seja preparando Escolas Bíblicas para Mulheres e trabalhos voltados para elas, como: Assunto Rosa e outros.

Recebi uma profecia que eu passaria por um vale muito espinhoso, e não demorou muito e em outubro de 2003 eu comecei a viver o que diz a Palavra de Deus: “o dia mal” e parecia que a fornalha de fogo ardente estava aquecida sete vezes mais. Enfrentando muitos problemas na época, inclusive financeiros, comecei a ter crises de pânico, meu coração acelerava, eu sentia que ia morrer, perdia minhas forças, não conseguia mais trabalhar e fazer coisas comuns do meu dia. 

Não demorei muito a ter depressão, onde fiquei por quatro meses sem dormir direito. Eu ficava sentada na cama e não conseguia me deitar. Nesse período também emagreci muito, pois, não me alimentava. A comida não descia na minha garganta e passei a ter dores no meu corpo todo. 

Todos os dias eu tinha fortes dores, por causa do estresse pós-traumático que eu tive nesse tempo e todo dia pensava que ia morrer. Olhava para os meus filhos, que eram pequenos naquela época, e pensava que não sobreviveria pra cuidar deles e dentro desse quadro, vivendo esse tempo de aflição e angústia, passei por três internações com meus filhos neste período. Minha filha Jéssica tinha 9 anos e foi acometida por um mal que fazia ela gritar de dor.  Nós a levamos ao hospital. Ela ficou internada com osteomelite aguda e lá fui eu, com depressão e síndrome do pânico, ficar com ela no hospital. De repente, o hospital começou a pegar fogo e eu só olhava e pensava: se não conseguirem apagar, vou ter que sair com ela daqui às pressas. Oramos e graças a Deus, eles conseguiram apagar aquele fogo. Eu sentia que era Deus aquecendo a fornalha para testar a minha fé. Depois de uma oração feita pela minha mãe, Deus trocou o sangue da minha filha e nós tivemos alta daquele hospital. 

luciane 2Ainda enfrentando a síndrome do pânico, meu filho Gabriel de 4 anos foi às pressas ao hospital e ninguém sabia o que Ele tinha. Vi meu filho desfalecer, já havia paralisado os rins e ele não se mexia. Oramos e Deus entrou naquela sala. Logo os médicos disseram que era Encefalite, sem fazer pulsão lombar que era procedimento correto e o médico adminsitrou a medicação direto, pois não havia mais tempo. E para Glória de Deus, ele recebeu alta. 

Em todo o tempo, Deus cuidava de mim. Também nesse período, descobri que estava grávida e Deus guardou a minha vida e a vida da minha caçula dentro do meu ventre. Deus me disse pra não dizer nada aos médicos que ainda estava com as crises. E eu obedeci e vivi um milagre a cada dia. 

Quando chegou o dia de eu fazer a cesárea, pensei: “Sei que a sala é toda fechada e se sabem muito bem que um lugar totalmente fechado é terrível para quem tem síndrome do pânico”. E quando entrei na sala, tive uma surpresa, ela estava totalmente reformada e havia um vidro na parede superior da sala. Olhando para aquele vidro eu vi uma árvore que balançava com o vento e durante toda cirurgia pra Lívia vir ao mundo, eu fixei o meu olhar naquela árvore. Assim o meu espírito acalmou e minha pressão ficou normal durante toda a cirurgia. Assim vi mais uma vez o cuidado de Deus sobre mim, quando não tinha condições nem de ter um filho só e eu já estava grávida da terceira e ouvir das pessoas que não tínhamos condições pra nada. 

Pois eu passava uma situação complicada financeiramente também, me lembro que no dia que fui para o Hospital, não tinha nada e Deus foi enviando tudo! A minha caçula Lívia com três meses teve bronquiolite e, pela terceira vez, eu estava dentro de um hospital internada com uma das minhas filhas. 

Todo esse processo da síndrome do pânico e a depressão duraram 7 anos. Naquela época, o acesso aos psicólogos não era como existe hoje. Precisei tomar remédios por um tempo até porque tudo dentro de mim virou um caos, meu hormônios ficaram todos descontrolados e cuidei também da minha saúde emocional. Porém, o que de fato me ajudou foi manter a fé em Deus, a oração e a gratidão, fundamentais para o processo de cura. Para Glória de Deus, estou curada e sem sequela ou dependente de medicação, porque Deus cuidou de Tudo. 

Neste tempo, nasceu dentro de mim o propósito do Diário de Gratidão, que é um planner diário, onde ajudo mulheres a desenvolverem a gratidão, a descobrir em meios as lutas da vida, motivos pra agradecer a Deus. Eu tinha tudo para murmurar e reclamar, mas Deus me ensinou a agradecer! Deus cuidou de mim e da minha casa nos mínimos detalhes que nem daria para relatar tudo aqui. Atualmente, também sou uma pregadora da Palavra. É esse Deus, que nunca me desamparou em nenhum momento da minha vida, que sirvo!

Envie seu testemunho!

Já aconteceu algum milagre de Deus na sua vida? Que tal divulgar nesta seção que se dedica exclusivamente a anunciá-los para a glorificação do nome de Jesus. Envie-nos o seu testemunho (se possível, com foto) por e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. E no assunto não se esqueça de colocar: Testemunho. Aproveite e envie também o seu telefone para entrarmos em contato. Estamos te esperando!  
“Para que todos vejam e saibam e considerem e juntamente entendam que a mão do Senhor fez isso” (Is 41. 20).

*A CPAD não se compromete na publicação de todos os testemunhos. O mesmo será avaliado pela equipe responsável pelo site Mulher Cristã Hoje. A veracidade das informações é de inteira responsabilidade de seu autor.

O Deus que abre a madre é o mesmo q...

Escrito por Mulher Cristã
O Deus que abre a madre é o mesmo que fecha

A Paz do Senhor amadas! Sou Rosileny Rosa Martins, 59 anos, administradora, psicopedagoga,...

Eu e minha família estamos curados...

Escrito por Mulher Cristã
Eu e minha família estamos curados da Covid-19

A paz do Senhor Jesus a todos os meus amados irmãos. Sou a irmã Solange de Oliveira tenho...

Deus fez do meu caos uma história d...

Escrito por Mulher Cristã
Deus fez do meu caos uma história de milagres

A paz do Senhor a todos. Sou Carla Priscila de Souza Moreira da Cruz, tenho 33 anos, casad...

Deus usou minhas feridas para curar...

Escrito por Mulher Cristã
Deus usou minhas feridas para curar dores

A paz do Senhor a todas irmãs! Sou Eleusa Matos, 50 anos, casada com Jorge Luís Gracindo d...

Deus restituiu a minha alegria!

Escrito por Mulher Cristã
Deus restituiu a minha alegria!

Olá, a paz do Senhor! Sou Néia Accioli, escritora, missionária, pregadora do evangelho, em...

O que aprendemos com 2020?

Escrito por Mulher Cristã
O que aprendemos com 2020?

Já estamos terminando o mês de dezembro e daqui a alguns dias daremos início a um novo ano...

Em meio a pandemia, Deus me deu um...

Escrito por Mulher Cristã
Em meio a pandemia, Deus me deu um apartamento!

A paz do Senhor, irmãs! Sou Simone Nascimento de Oliveira Silva, 43 anos, casada há 18 ano...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2021 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.