Era sonho, agora estamos grávidos!

A paz do Senhor, amados! Me chamo Quezia Cordeiro, tenho 42 anos. Há 14 anos sou casada com Aloizio Cordeiro, 53. Somos membros da Igreja Assembleia de Deus de Bonsucesso, ministério pastor Jaime Soares. E com muita alegria quero contar o meu testemunho. 

Nos casamos em 20 de abril de 2007 e, assim como toda mulher que quer ter um filho, eu planejei que poderia ter esse sonho após os nossos três anos de casados. Mas os planos mudaram, nos primeiros cinco meses de casados fomos chamados para pastorear uma congregação do nosso campo, Betel, que fica no Complexo do Alemão, Rio de Janeiro. Foi então que combinamos em adiar esse sonho um pouco mais para frente.

Após quatro anos e meio, no ano de 2012, fomos enviados para pastorearmos outra congregação em Miguel Pereira, município do Rio de Janeiro e, mais uma vez, resolvemos então adiar um pouco esse sonho. 

Durante esse tempo, fiz alguns exames de rotina e foi diagnosticado pequenos miomas, o que no momento parecia ser nada preocupante. O tempo foi passando, quando no ano de 2017, fiz um exame e o diagnóstico de Endometriose profunda e três miomas, os quais haviam crescido. No momento confesso que não fiquei preocupada, mas isso poderia afetar em muito o desejo da realização do nosso sonho, até que procuramos os médicos para saber qual o procedimento realizar, para que houvesse a possibilidade de engravidar.

Novos exames foram feitos, e após passar pela primeira médica, ela disse que eu teria que retirar os miomas, então fui indicada para um especialista do SUS, no Rio de Janeiro, que realizava esse tipo de cirurgia. Nesse meio tempo, no ano de 2019, fomos transferidos para um trabalho missionário em Carlos Chagas, Minas Gerais, distância de uns 833 km do Rio de Janeiro. E para continuar a busca por esse tratamento, continuamos indo ao Rio de Janeiro quase que todos os meses, para ser atendida por esse médico, tendo em vista a dificuldade de tratamento na região de onde estávamos pastoreando, o que não contávamos com essa dificuldade que nós iríamos encontrar nesse lugar.

Após a realização de novos exames e passar pelo médico, ele olhou para nós e nos deu uma notícia muito triste: ele não teria como realizar essa cirurgia, pois poderiam acontecer muitas surpresas desagradáveis durante a cirurgia, e que não daria garantia da preservação do útero. Mesmo ele tendo muita experiência nessa área, pois o meu quadro estava avançado, tanto da endometriose profunda, como dos miomas que estavam crescendo. Eu teria que procurar um hospital de grande porte e um especialista na área de endometriose e miomas, e que, mesmo assim, ele não garantiria nenhum sucesso nessa nossa jornada.

Então, o meu esposo pesquisou e obteve informações sobre uma injeção que poderia auxiliar no tratamento da endometriose e dos miomas, poderia ser uma luz no fim do túnel.

E a jornada continuou, fomos então a outra médica que disse as mesmas palavras dos outros médicos, não tive nenhuma resposta positiva para o meu quadro. Perguntamos a ela sobre a tal injeção que poderia ajudar no tratamento, ela disse que essa injeção é muito cara, cada aplicação seria em média uns mil reais e que seria muito difícil conseguir pelo sistema de saúde além do tempo de espera. Mais uma vez, ouvimos palavras que nos colocava cada vez mais num grande desafio da fé.

Ela então nos indicou outro médico especialista, um dos melhores na área sobre endometriose onde cada consulta dele seria R$ 800,00. Aqui parecia ser o ponto final de todas as nossas alternativas, não tínhamos mais a quem procurar e, além disso, não tínhamos esse recurso. Estávamos com muitos gastos com as viagens, além do que a nossa realidade financeira permitia, e não tínhamos de onde tirar mais nenhum outro recurso.

Foi quando Deus colocou um médico em nosso caminho chamado Silvino Frazão, que no momento de aflição, o meu marido ligou para contar o que estava acontecendo, e ele nos orientou a entrar pelo SUS para obter esse tratamento utilizando aquela injeção. E assim fizemos. Deus abençoou tanto que, em pouco tempo, as portas se abriram, e consegui o tratamento com essa injeção, de graça através do SUS e que seria a minha grande esperança para a realização dos nossos sonhos. A mesma injeção que os médicos nos desesperançaram antes nos dando sentenças negativas.

E assim, todo mês, viajávamos de Carlos Chagas para o Rio de Janeiro, confesso que não foi fácil. Viagens muito cansativas, vendo acidentes nas estradas, pegando chuvas e tempestades, era um grande desafio de estar sempre no Hospital pontualmente para a realização do tratamento. E mesmo em meio à pandemia, não deixamos de realizar o tratamento. Fui alertada dos efeitos colaterais, tive todos os sintomas da menopausa, eu poderia aumentar o peso e meus hormônios seriam todos alterados. Porém, graças a Deus consegui vencer, só não engordei, mantive o peso, mas todos os outros sintomas eu tive.

O tratamento iniciou em dezembro de 2019 e terminou em agosto de 2020, foram nove aplicações dessa injeção. Para algumas mulheres, às vezes, uma ou três doses são suficientes, mas no meu caso foram nove! 

E no final das nove doses fiz outros exames para saber como estavam os miomas e a endometriose. Ao analisar os exames, o médico disse as possibilidades que eu teria para engravidar ou realizar uma cirurgia de endometriose (pois ela não havia desaparecida totalmente com as injeções), sendo que eu perderia tempo, pois teria que realizar os exames pré-operatório. Após a cirurgia teria que aguardar um tempo de recuperação, para então tentar engravidar. A outra possibilidade seria fazer inseminação.

Mas no nosso coração, nós não tínhamos nenhuma intenção de fazer nenhuma dessas opções, pois o nosso Deus era poderoso para realizar todas as coisas.

E lembrando que eu estava com 41 anos, e a idade já estava diminuindo as chances de engravidar, além de todos esses problemas, e que não tínhamos muito tempo para esperar. Cada dia seria um dia a menos de esperança aos olhos humanos.

Esse último médico que nos atendeu me passou um exame para ver se as trompas estavam desobstruídas e para ver se havia possibilidade de engravidar de forma natural. E não conseguimos realizar esse exame.

Até que em meados de Janeiro de 2021, tive uma desconfiança que estaria grávida, não contei ao meu esposo, aguardei até o próximo mês para ter certeza.

Quezia foto 2 testemunhoQuando no dia 11 de fevereiro, eu estava muito ansiosa, comprei um teste de farmácia, sem falar nada com o meu esposo, vi o resultado positivo fraco, eu teria que esperar mais alguns dias para ter esse resultado mais preciso.

Mas, não aguentando mais guardar esse segredo, com a possibilidade de estar grávida, contei para o meu esposo, eu disse a ele que ele poderia ter 99% de chance de ser pai. Esperamos mais dois dias e fizemos outro teste, o qual confirmou a nossa expectativa. Na outra semana fizemos um exame de Beta HCG e confirmou. Estávamos grávidos de 1 mês.

E como estávamos em Carlos Chagas (MG) procuramos um obstetra em outra cidade para o pré-natal. E esse médico, ao analisar todo o nosso histórico não descartou a possibilidade de um possível aborto, pois os miomas tiveram uma diminuição significativa, mas não desapareceram, e a medida em que o feto se desenvolveria, os miomas cresceriam juntos com ele.

Ele então disse que não deixaria de ser uma gravidez de risco, e que mesmo se esse bebê nascesse prematuro, onde nós morávamos, não teria recursos médicos para que ele sobrevivesse.

Continuamos em oração, e após os três primeiros meses, onde sofri com muitas dores e não conseguia dormir, pensei até que estivesse tendo um aborto. Depois de ir ao médico e ser medicada com Dipirona, a dor não passou e então me deram uma injeção de Tramol, que é um remédio fortíssimo. Fui para casa onde as dores diminuíram.

Nesse período fui encaminhada para tratamento de risco pré-natal, viajando para a cidade de Teófilo Otoni, que fica uns 110 km da nossa cidade. Viajávamos quase toda semana, às vezes duas vezes por semana, acordávamos de madrugada e ficávamos na fila aguardando com centenas de pessoas que viam de todos municípios daquela região a serem atendidas. 

O tempo passou e após orientação médica, resolvemos vir para o Rio de Janeiro para ter o nosso bebê. Estamos grávidos de uma linda menina que se chama Acsa, e estamos indo para o nono mês de gestação, para aquela que o médico, nas entrelinhas, achava que não passava do sexto mês. E ao verem os meus exames e o nosso bebê no ultrasom, eles dizem que ela está muito bem e estou só aguardando o momento dela nascer, que está previsto até 15 de outubro deste ano. Glórias a Deus! Ele é fiel!

Louvo a Deus pela vida do Doutor Silvino, o médico que me acompanhou analisando os exames, e sempre deixou uma palavra de esperança e fé, ele nunca nos desencorajou, além de ser um grande médico, foi um anjo que Deus colocou em nossas vidas para estar nos ajudando em todos os momentos. Nos orientando e nos aconselhando, abrindo até mesmo as portas da sua casa para dormir ali quando chegamos de viagem.

E a nossa querida irmã Édila e evangelista Rubens, nossos pais adotivos, que nos abraçou, abriu também as portas da sua casa, nos deu tudo e todo o suporte, além do que precisávamos. Esses também são anjos que Deus nos colocou em nossos caminhos e em nossas vidas. 

Não esquecendo também da minha mãe Eloisa Helena, pelas orações, hospedagens das viagens e pelos conselhos de mãe. E ao nosso querido pastor Jaime Soares, um homem de Deus, que temos a alegria de tê-lo como nosso guia espiritual, e aos demais que por falta de espaço não nos permite mencioná-los aqui, mas que são lembrados em nossos corações. Glórias a Deus pela vida deles.

Agradeço ao nosso Deus por essa benção que ele tem nos dado, e em breve, se Deus quiser, estaremos com a nossa Acsa nos braços. Glórias a Deus!

Envie seu testemunho!

Já aconteceu algum milagre de Deus na sua vida? Que tal divulgar nesta seção que se dedica exclusivamente a anunciá-los para a glorificação do nome de Jesus. Envie-nos o seu testemunho (se possível, com foto) por e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. E no assunto não se esqueça de colocar: Testemunho. Aproveite e envie também o seu telefone para entrarmos em contato. Estamos te esperando! “Para que todos vejam e saibam e considerem e juntamente entendam que a mão do Senhor fez isso” (Is 41. 20).

*A CPAD não se compromete na publicação de todos os testemunhos. O mesmo será avaliado pela equipe responsável pelo site Mulher Cristã Hoje. A veracidade das informações é de inteira responsabilidade de seu autor.

“Não abortei o meu filho!”

Escrito por Mulher Cristã
“Não abortei o meu filho!”

A paz do Senhor irmãs. Sou Mabel da Silva Gonçalves, tenho 60 anos, sou membro da Assemble...

Cura milagrosa após oração do filho

Escrito por Mulher Cristã
Cura milagrosa após oração do filho

A paz do Senhor! Sou Claudia Lima, tenho 45 anos e um filho de 24. Moro com meus pais em L...

Eu reagi à depressão!

Escrito por Mulher Cristã
Eu reagi à depressão!

A paz do Senhor amadas! Sou Silvânia Melo Andrade, natural de Pernambuco, resido em Piabet...

Jesus fez o milagre no meu rosto!

Escrito por Mulher Cristã
Jesus fez o milagre no meu rosto!

A paz do Senhor irmãs. Sou a Jêile Tavares Vieira Schwambach, jornalista e membro da Igrej...

“Fui desenganada pelos médicos e já...

Escrito por Mulher Cristã
“Fui desenganada pelos médicos e já passei por 25 cirurgias!”

A paz do Senhor, irmãs! Sou Ivana Nayara Alves Silva, tenho 25 anos, sou membra da Igreja...

“Fui liberta das drogas e tive minh...

Escrito por Mulher Cristã
“Fui liberta das drogas e tive minha vida transformada”

A paz do Senhor, sou Fabiana Lima, 43 anos, sou casada e tenho três filhos. Sou membro da...

Através de sonho, Deus falou comigo...

Escrito por Mulher Cristã
Através de sonho, Deus falou comigo que eu teria um câncer!

A paz do Senhor a todos! Me chamo Georgia Aegerter, tenho 63 anos, sou casada com um alemã...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2024 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.